Fora de prumo F! #30. Moderna pelo avesso

Fotografando a história a contrapelo.

Está em cartaz no Instituto Moreira Salles de São Paulo a exposição Moderna pelo avesso — fotografia e cidade, Brasil, 1890–1930, com curadoria da professora Heloisa Espada. Nas fotografias e filmes apresentados na mostra é possível descortinar o avesso do processo de modernização das cidades brasileiras durante a Primeira República, entre 1890 e 1930. Neste episódio, Gabriel Fernandes entrevista a professora Heloisa, revelando aspectos da elaboração e dos bastidores deste trabalho. A exposição permanece em cartaz até fevereiro de 2023 e mais informações se encontram em modernapeloavesso.ims.com.br/

OUÇA AQUI

Participantes

A entrevista com a professora Heloisa Espada foi conduzida por Gabriel Fernandes. A narração introdutória é de Natália Gaspar e a edição do programa é de Arthur Francisco.

Complementos

Curta, siga, compartilhe e acompanhe o Fora de prumo em nossas redes sociais: TwitterFacebookInstagram e YouTube.

  • A exposição Moderna pelo avesso permanece em cartaz até 26 de fevereiro de 2023 e ocupa a Galeria 1 da sede paulistana do Instituto Moreira Salles, localizada na Avenida Paulista, 2424.
  • A exposição conta com curadoria de Heloisa Espada e assistência de curadoria de Beatriz Matuck.
  • A imagem de capa deste episódio utiliza uma das imagens de divulgação da exposição. Trata-se de um fragmento de uma fotografia de autoria não identificada de 1922 no contexto da demolição do Morro do Castelo no Rio de Janeiro. A imagem faz parte do acervo do Instituto Moreira Salles.
Demolição do morro do Castelo, Rio de Janeiro, c. 1922. Crédito: Autoria não
identificada. Acervo Instituto Moreira Salles — Coleção Sebastião Lacerda.

Trilha sonora

Ao longo do episódio ouvimos Zanzibar, de Edu Lobo em performance com a Metropole Orkest.

Confira em nossa playlist no Spotify todas as músicas já tocadas no Fora de prumo.

#foradeprumoacessível

Sobre um fundo magenta encontra-se o fragmento de uma fotografia da demolição de um morro. No topo encontram-se casas em ruínas e na base uma pessoa lança um jato de água nos escombros. No canto inferior esquerdo consta a inscrição “F! #30”.

Publicidade

Publicado por

gabriel fernandes

Para imagens: flickr.com/gaf Para textões: arquiteturaemnotas.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s