Fora de prumo F! #11. Autoconstrução

Sonho máximo da modernidade ou pesadelo cotidiano das nossas periferias?

A autoconstrução das residências da população de baixa renda é lida há décadas como um dos indícios mais evidentes de como no Brasil a reprodução da força de trabalho é tarefa relegada à própria classe trabalhadora: na ausência de Estado de Bem-Estar Social, não há qualquer necessidade aos olhos das elites de promover estímulos “gratuitos” para a melhoria da qualidade de vida do imenso exército industrial de reserva. Por outro lado, experiências contra-hegemônicas veem em processos de autoconstrução — como em mutirões — potencialidades de transformação.

Continuar lendo Fora de prumo F! #11. Autoconstrução