F! #4b

F! #4b. DROPS: Grafite vs. Prefeitop

“Apagaram tudo, pintaram tudo de cinza, só ficou no muro, tristeza e tinta fresca.”

(Marisa Monte, Gentileza)

Em fevereiro de 2019 o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo condenou a Prefeitura da capital e o seu ex-prefeito João Dória a pagarem uma indenização em função da remoção dos grafites e das pinturas murais localizadas no eixo da avenida 23 de Maio, uma das principais artérias viárias da cidade, que conecta o Centro de São Paulo à Zona Sul. Na sentença do juiz Adriano Laroca o apagamento das pinturas foi considerado uma agressão ao patrimônio cultural da cidade de São Paulo — e em particular à prática do grafite, que foi considerada pela magistrado uma forma de patrimônio imaterial do município. De fato, o grafite e outras artes urbanas podem ser consideradas “portadoras de referência à identidade, memória e ação” de grupos formadores da sociedade brasileira, conforme prega o artigo 216 da Constituição Federal, qualificando-as como bem cultural. A sentença se revela excepcionalmente progressista, no entanto, por apontar inclusive a omissão da prefeitura e de seus órgãos de preservação do patrimônio em reconhecer tal patrimônio e em fiscalizar sua salvaguarda. Em função do episódio, conversamos sobre as artes urbanas, as expressões de diferentes grupos no cotidiano da cidade, as políticas de reconhecimento de bens culturais e seus limites e desafios.

OUÇA AQUI!

Sumário

  • 1min35s. Conversa.

Participantes

Participaram dessa edição Arthur Francisco, Nico Antonio, Gabriel Fernandes e Letícia Preturlan. Inserções de Carolina Pedroso.

Complementos

  • Curta, siga, acompanhe e compartilhe o Fora de prumo no Twitter, no Facebook e no Instagram.
  • Matéria no G1 sobre a condenação de João Dória e da Prefeitura em função da remoção dos grafites.
  • Nico Antonio e os Filhos do Mar. A cidade e o mar.
  • Lista de episódios do Choque de Cultura na TV Quase — os maiores nomes do transporte alternativo, sempre falando sobre cultura!
  • Textão do Gabriel no Medium sobre a polêmica em torno das intervenções realizadas nos Arcos do Bixiga em 2015.

Trila sonora

Acompanhe nossa playlist no Spotify, com todas as músicas tocadas nos episódios.

#foradeprumoacessível

Funcionário de limpeza da prefeitura utiliza remove pintura de parede com o que parece ser um instrumento de jato de água ou tinta. Sobre a fotografia está uma camada de cor azul. No canto inferior esquerdo a marcação “F! 4b”.

Anúncios

Publicado por

gabriel fernandes

Para imagens: flickr.com/gaf Para textões: arquiteturaemnotas.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s